PATU UMA CIDADE DE TODOS

GETÚLIO BARBOSA

BORGES ELETROMÓVEIS PATU/RN

O MENOR PREÇO E A MAIOR VARIEDADE É AQUI!

SALÃO DE BELEZA DÉBORA CABELOS

EM OLHO D'ÁGUA DO BORGES/RN

DÁRIO ELETROMÓVEIS PATU/RN

SEMPRE PRESENTE NO SEU LAR!

OESTE PLACAS

ESTA MARCA EMPLACA. LOJA PATU/RN.

CONTABILIDADE NAZARÉ PAIVA

EM RAFAEL GODEIRO/RN

CASAS POTIGUAR - CENTER MÓVEIS

LOJA PATU/RN. PREÇO BAIXO É AQUI!

E-MAIL: patu24horas@live.com - (84) 98138-672
WhatsApp: (84) 98138-6727
GRUPO NO WHATSAPP: Clique aqui e entre.

sábado, 22 de abril de 2017

Idosa e mais três pessoas são baleadas na frente de casa em Natal


Homens armados chegaram em dois carros e começaram a atirar. Um homem foi socorrido em estado grave.

Na noite desta sexta-feira (21), uma idosa de 63 anos e outras três pessoas foram baleadas em frente de casa na Zona Leste de Natal. O crime aconteceu na rua Professora Clara Teixeira Fagundes, no bairro Lagoa Seca. Segundo a Polícia Militar, homens armados chegaram em dois carros e começaram a disparar contra todos que estavam na frente da casa. Uma das vítimas está em estado grave.

O crime aconteceu por volta das 19h. Testemunhas disseram que os atiradores estavam em um HB20 e um Ford KA e já chegaram atirando. Pelo menos sete pessoas estavam na frente da residência no momento do crime.

Foram baleados uma idosa, de 63 anos, outra mulher e dois homens. Um deles, identificado apenas como Anderson, foi socorrido em estado grave. A PM fez diligências na região, mas ninguém foi preso.

FONTE: G1RN

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Morto em troca de tiros com a PRF era acusado de roubar bancos e carros-fortes no Ceará e RN, diz PF


Luiz Artur de Freitas, o 'Luizinho', foi morto nesta terça (18) na RN-118. Com ele, foram apreendidos três fuzis e três pistolas; comparsa fugiu. 

Luiz Artur Freitas foi morto durante confronto com policiais rodoviários federais no RN (Foto: Divulgação/PM)Luiz Artur Freitas foi morto durante confronto com policiais rodoviários federais no RN (Foto: Divulgação/PM

O homem morto na manhã desta terça-feira (18) após trocar tiros com policiais rodoviários federais na RN-118, próximo da entrada da cidade de Ipanguaçu, na região Oeste potiguar, foi identificado. Segundo a Polícia Federal, ele se chama Luiz Artur de Freitas, o 'Luizinho', acusado de arrombamentos, assaltos a bancos e carros-fortes no Ceará e no Rio Grande do Norte. Três fuzis, três pistolas, carregadores e mais de mil munições foram apreendidos. Um segundo suspeito conseguiu fugir.  

Armas e munições foram apreendidas com o suspeito morto  (Foto: PF/Divulgação )Armas e munições foram apreendidas com o suspeito morto (Foto: PF/Divulgação ) 

Segundo a PF, os policiais receberam a informação de que um dos suspeitos da morte de um agente penitenciário federal em Mossoró, no Oeste do estado, estaria deixando a cidade em uma caminhonete Amarok. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e um carro com características semelhantes furou o bloqueio. Luiz foi morto durante uma troca de tiros e o outro homem que estava no carro conseguiu fugir.
“Eles estavam em uma Amarok e se recusaram a obedecer a ordem de parada quando passaram por um posto de fiscalização na BR-304, em Mossoró. Como não pararam, houve perseguição. Quando a nossa viatura conseguiu se aproximar, já na entrada de Ipanguaçu, eles atiraram contra os policiais. Foi quando houve o revide”, relatou Tibério Freitas, da assessoria de comunicação da PRF.
 
FONTE:G1/RN

  

Três são mortos a tiros em Ceará-Mirim, RN; mãe e filha estão entre as vítimas


Homicídios foram registrados na madrugada desta quarta-feira (19); segundo a PM, as três pessoas mortas tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

Suspeitas de tráfico de drogas, Maria Terezinha Alves e Marluce Alves Gonçalves, mãe e filha, haviam sido presas durante a Operação Viajante, realizada pela Polícia Civil em abril do ano passado na cidade de João Câmara (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


   
 
Suspeitas de tráfico de drogas, Maria Terezinha Alves e Marluce Alves Gonçalves, mãe e filha, haviam sido presas durante a Operação Viajante, realizada pela Polícia Civil em abril do ano passado na cidade de João Câmara (Foto: Divulgação/Polícia Civil) 
 
Três pessoas foram mortas a tiros na madrugada desta quarta-feira (19) na cidade de Ceará-Mirim, na Grande Natal. Mãe e filha, Maria Terezinha Alves, 49 anos, e Marluce Alves Gonçalves, 21, foram mortas a tiros na frente de casa. Emanuel Lucas da Costa, de 18, também foi retirado de casa e assassinado.
Segundo a Polícia Militar, os crimes aconteceram por volta das 3h. Testemunhas disseram que os suspeitos estavam encapuzados, armados e fugiram de carro.
Ainda de acordo com a PM, todas as vítimas tinham envolvimento com tráfico de drogas. As mulheres já haviam sido presas em uma operação de combate ao tráfico de drogas na cidade João Câmara, na região Agreste do estado, em abril do ano passado. Já Emanuel Lucas, era suspeito de roubar um cartório em Ceará-Mirim.
A polícia ainda não tem pistas dos assassinos. 
FONTE: G1/RN

terça-feira, 18 de abril de 2017

Suspeitos de ataque a batalhão da PM no RN são presos e quatro armas apreendidas


Quatro homens foram presos na manhã desta terça (18) em Parnamirim, na Grande Natal. Com eles, foram apreendidos dois revólveres, uma espingarda e uma pistola.

Quatro homens foram presos na manhã desta terça-feira (18) suspeitos de terem feito disparos contra o prédio do 3º Batalhão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, ataque criminoso ocorrido no dia 9 deste mês. A unidade fica em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Na ocasião, ninguém ficou ferido.
Segundo a assessoria de comunicação da PM, as prisões aconteceram no bairro de Cajupiranga, que também fica em Parnamirim. “Com eles foram apreendidos dois revólveres, uma espingarda e uma pistola”, afirmou o major Eduardo Franco. 
Prédio do 3° Batalhão da PM foi alvo de ataque; tiros atingiram a fachada da base (Foto: PM/Divulgação)

Ataques

O ataque ao 3º Batalhão da PM aconteceu no dia 9 deste mês, quando homens armados passaram de carro em alta velocidade e atiraram contra o prédio. Mais de 15 disparos atingiram as paredes do quartel. Ninguém ficou ferido.
No mês passado, duas delegacias do estado foram alvos de ataques criminosos. Em Baraúna, no dia 11, dois carros foram incendiados no pátio da DP. Já no dia 15, na 2ª Delegacia Regional de Mossoró, bandidos atiraram seis vezes contra o prédio, jogaram gasolina e atearam fogo nas portas e janelas, mas as chamas não se propagaram e o incêndio não se espalhou. 
FONTE: G1/RN
 

 

Homem é morto em confronto com policiais rodoviários federais no RN; fuzis e pistolas são apreendidos


Troca de tiros aconteceu no final da manhã desta terça-feira (18) na RN-118, próximo da entrada da cidade de Ipanguaçu, na região Oeste do estado. 

Fuzis, pistolas, carregadores e munições foram apreendidos (Foto: PM/RN) Fuzis, pistolas, carregadores e munições foram apreendidos (Foto: PM/RN) 

Um homem foi morto na manhã desta terça-feira (18) após trocar tiros com policiais rodoviários federais na RN-118, próximo da entrada da cidade de Ipanguaçu, na região Oeste potiguar. Fuzis, pistolas, carregadores e munições foram apreendidos. Segundo a PRF, o morto ainda não foi identificado. Um segundo suspeito conseguiu fugir.

“Pelo menos dois homens, o que morreu e um segundo suspeito que conseguiu fugir, participaram do confronto. Eles estavam em uma Amarok e se recusaram a obedecer a ordem de parada quando passaram por um posto de fiscalização na BR-304, em Mossoró. Como não pararam, houve perseguição. Quando a nossa viatura conseguiu se aproximar, já na entrada de Ipanguaçu, eles atiraram contra os policiais. Foi quando houve o revide”, relatou Tibério Freitas, da assessoria de comunicação da PRF.
fonte: G1/RN

 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Sem tomadas, pavilhões de Alcaçuz não terão mais ventiladores, rádios ou aparelhos de TV


Segundo secretária-chefe do Gabinete Civil do governo, reforma da maior penitenciária do RN ficará pronta em maio. Plano Diretor do Sistema Prisional decidirá futuro da unidade.

Nos pavilhões de Alcaçuz, energia elétrica só para a iluminação dos corredores. Dentro das celas não haverá tomadas (Foto: Divulgação/Governo do RN)

A reforma do Complexo Penitenciário de Alcaçuz/Rogério Coutinho Madruga – que em janeiro passou por rebeliões e assistiu a matança de 26 detentos – está perto do fim. Segundo o Gabinete Civil do Governo do Estado, as obras devem ser concluídas no próximo mês. A reforma do Rogério Coutinho, mais conhecido como Pavilhão 5 de Alcaçuz, está na fase final. Resta construir uma recepção para advogados e familiares, e uma enfermaria.

Em Alcaçuz propriamente dita, os prédios dos pavilhões 1, 2, 3 já começaram a ser retelhados, paredes reerguidas e grades reinstaladas nas celas. “Estamos diante de um recomeço”, define a secretária-chefe Tatiana Mendes Cunha. E a recomeço virá com mudanças. Uma delas é a retirada das tomadas dos pavilhões. Ou seja, quando os presos retornarem às carceragens, não poderão manter equipamentos elétricos. Isso significa nada de ventiladores, rádios ou aparelhos de TV.

“E não será apenas a penitenciária de Alcaçuz que terá novos procedimentos e condutas. Com a implantação do Plano Diretor do Sistema Prisional, que o governador lançará ainda neste primeiro semestre, todas as unidades prisionais do estado adotarão novos procedimentos de tratamento dos detentos, seguindo orientação dos Agentes da Força de Intervenção”, afirmou a secretária em entrevista ao G1. “O destino de Alcaçuz e de todas as unidades carcerárias do estado dependem do Plano Diretor que está sendo elaborado por determinação do governador Robinson Faria", acrescentou.

Reforma da maior penitenciária do RN deve ficar pronta em maio; obras estão avançadas (Foto: Divulgação/Governo do RN)

Nesta terça (11), Tatiana visitou as obras de Alcaçuz ao lado do presidente da Comissão de Elaboração do Plano Diretor, general Araújo Lima, do secretário de Insfraestrutura, Jader Torres, (SIN), do coordenador da Força de Intervenção, André Fernandes Ferreira. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. O valor total previsto pela Secretaria de Infraestrutura para a execução das obras de reforma nos pavilhões 1, 2 e 3, e mais a construção de uma cerca na área externa, é de R$ 2.693.214,20. Além disso, de acordo com a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), outros R$ 600 mil estão sendo gastos na reconstrução do Pavilhão 5 .

Secretária-chefe do Gabinete Civil do governo do RN, Tatiana mendes Cunha esteve em Alcaçuz visitando as obras de reforma da penitenciária (Foto: Divulgação/Governo do RN)
Secretária-chefe do Gabinete Civil do governo do RN, Tatiana Mendes Cunha esteve em Alcaçuz visitando as obras de reforma da penitenciária (Foto: Divulgação/Governo do RN).

Vigilância permanente

Ainda tratando de Alcaçuz, Tatiana acrescentou que os três pavilhões da unidade passarão a ter vigilância interna e permanente. Alojamentos estão sendo construídos em cada um dos pavilhões de Alcaçuz. “Com a nomeação de 530 agentes penitenciários, cujo concurso público está em curso, teremos um reforço considerável no quadro de agentes. Os agentes ficarão 24 horas dentro dos pavilhões, supervisionando tudo o que acontece e adotando todas as medidas de segurança necessárias”, afirmou.

Saúde

Além disso, a chefe do Gabinete Civil destacou que os pavilhões de Alcaçuz também contarão com a presença de equipes médicas e salas para audiências com advogados e até locais reservados para as visitas íntimas.

“O município de Nísia Floresta está contratando equipes de saúde para o atendimento dos apenados. Cada equipe terá um médico, um assistente social, um enfermeiro, um dentista e um psicólogo. Para o médico, o salário é de R$ 9.600 por 30 horas semanais. É responsabilidade dos municípios a saúde prisional. Precisamos estimular a adesão deles à PNAISP”, ressaltou Tatiana, citando a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional do Ministério da Saúde.

Alcaçuz esvaziada

A penitenciária de Alcaçuz está praticamente vazia. No dia 20 de março, mais de 800 detentos, a maioria pertencente à facção criminosa ‘Sindicato do Crime do RN’, foram removidos para o Pavilhão 5, onde estão outros 400 presos – a maioria rivais do PCC, o Primeiro Comando da Capital. A facção, que surgiu dentro dos presídios de São Paulo e que hoje está presente e praticamente todo o país, é apontada como a responsável pelo massacre ocorrido em janeiro.

No dia 20 de março, para que Alcaçuz pudesse ser reformada, mais de 800 presos foram transferidos para o presídio Rogério Coutinho Madruga, mais conhecido como Pavilhão 5 (Foto: Sejuc/Divulgação)
No dia 20 de março, para que Alcaçuz pudesse ser reformada, mais de 800 presos foram transferidos para o presídio Rogério Coutinho Madruga, mais conhecido como Pavilhão 5 (Foto: Sejuc/Divulgação).

A transferência, segundo a Sejuc, foi necessária para que Alcaçuz pudesse ser reconstruída. Ainda não houve registro de animosidades dentro do Rogério Coutinho Madruga, que tem a segurança feita por mais de 100 agentes federais do Depen, o Departamento Penitenciários Nacional.

Após a conclusão das obras, os 800 presos que moravam nos pavilhões 1, 2 e 3 retornarão às suas carceragens de origem.

FONTE: G1

Agente penitenciário federal é assassinado a tiros em Mossoró, RN


Crime aconteceu na tarde desta quarta-feira (12). Agente trabalhava no Presídio Federal de Mossoró.

Um agente penitenciário federal foi assassinado a tiros, na tarde desta quarta-feira (12), na cidade de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. A vítima, identificada como Henry Charles Gama Filho, estava em um bar, quando bandidos chegaram em um carro e atiraram.

A informação foi confirmada pelo major Maximiliano Fernandes, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com ele, o agente penitenciário trabalhava no Presídio Federal de Mossoró.

"Segundo informações colhidas no local, ele estava em um bar na esquina das ruas Francisco Balduino com São Vicente, no bairro Boa Vista, quando os bandidos se aproximaram em um carro. Um dos criminosos desceu já atirando contra o agente", relatou o oficial da Polícia Militar.

FONTE: G1RN

Sem arrependimento, adolescente confessa ter matado vigilante do IFRN para assaltar em Apodi


Eu enquadrei ele, ele tentou reação e eu passei o rodo', disse o suspeito à polícia. Vigilante Cabral Neto foi morto quando ia do trabalho para casa.

Cabral Neto trabalhava como vigilante do IFRN (Foto: Arquivo Pessoal)
Polícia Civil conseguiu identificar e deteve um adolescente de 17 anos apontado como autor da morte do vigilante do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Cabral Neto, na cidade de Apodi. O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (11) e, nesta quarta-feira (12), o adolescente confessou a autoria.
O delegado Renato Oliveira, da Delegacia de Apodi, informou que o menor prestou depoimento acompanhado da mãe. "Ele disse que acordou cedo e, juntamente com um comparsa, saiu com objetivo de realizar roubos na cidade, sem vítima definida".
Ainda de acordo com o delgado, por volta das 6h, o vigilante Cabral Neto saiu do trabalho e foi para casa. "Os suspeitos viram a vítima passar e acharam que, por ele ser vigilante, estava com uma arma na mochila, então, passaram a seguir para assaltá-lo", comentou o delegado Renato Oliveira.
O adolescente contou, em depoimento, que quando abordaram a vítima, o vigilante esboçou reação e por isso teria sido baleado e morto. De acordo com o delegado, o adolescente declarou: "eu enquadrei ele, ele tentou reação e eu passei o rodo".
O delegado Renato Oliveira afirmou ainda que o adolescente não demonstrou arrependimento pela prática do crime e que já tinha sido apreendido com drogas. Ele passou por exame residuográfico que apontou resíduos de pólvora nas mãos.
Ainda de acordo com a polícia, o adolescente também teria envolvimento com facção criminosa, tendo feito alusão a uma facção em várias postagens nas redes sociais. Um segundo suspeito de envolvimento na morte do vigilante também prestou depoimento, mas foi liberado.
FONTE: G1/RN

Delação da Odebrecht: Rosalba Ciarlini (PP) é suspeita de receber R$ 350 mil em 2010


Ex-governadora do RN e atual prefeita de Mossoró é investigada em um inquérito autorizado pelo ministro do STF Edson Fachin a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Rosalba Ciarlini, ex-governadora do RN e atual prefeita de Mossoró, é investigada (Foto: Ricardo Araújo/G1)

Ex-governadora do Rio Grande do Norte e atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), é investigada em um inquérito autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.
A PGR fez o pedido com base nas delações dos ex-executivos da Odebrecht. Fachin autorizou inquéritos para investigar 8 ministros, 24 senadores, 39 deputados e 3 governadores.
Rosalba Ciarlini é investigada junto com o atual governador Robinson Mesquita de Faria (PSD), e o deputado federal Fábio Faria (PSD) devido às delações de Alexandre José Lopes Barradas, Fernando Luiz Ayres da Cunha Reis, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Ariel Parente e João Antônio Pacífico Ferreira.
Segundo o Ministério Público, a Odebrecht Ambiental desejava desenvolver PPP's (Parcerias Público-Privadas) de saneamento básico no estado e, por isso, a Odebrecht doou R$ 350 mil à Rosalba Ciarlini e a Robinson Faria e R$ 100 mil ao deputado Fábio Faria na campanha de 2010 "para eventual favorecimento em projetos relacionados a saneamento básico".
Em nota, Rosalba Ciarlini (PP) afirma que nunca recebeu doação de campanha da Odebrecht nem contratou qualquer obra ou serviço com a empresa ou o grupo. A ex-governadora do RN e atual prefeita de Mossoró afirma que isso prova a completa improcedência da referência a seu nome.
Em 2010, Rosalba foi candidata a governadora do RN em uma chapa que tinha Robinson Faria como vice. Ambos acabaram eleitos. Em 2014, Robinson foi eleito governador e Rosalba, prefeita de Mossoró em 2016.
Como a Odebrecht Ambiental não pode fazer doação eleitoral oficial, por atuar como concessionária de serviço público, o repasse das doações foi feito pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, mais conhecido como "setor de propinas" da empreiteira, segundo o pedido de investigação.
Fábio Faria recebeu os apelidos de "Garanhão" e "Bonitão", Rosalba Ciarlini, de “Carrosel”, e Robinson Faria, de "Bonitinho", segundo o MP, e os candidatos se reuniram com representantes da Odebrecht Ambiental.
FONTE:G1/RN

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Com 30 homicídios, RN tem fim de semana mais violento do ano


Dados foram consolidados por instituto que contabiliza crimes violentos intencionais. Segundo OBVIO, 676 pessoas já foram assassinadas no estado em 2017.

Trinta pessoas foram mortas no Rio Grande do Norte somente neste final de semana – o mais violento do ano no estado, segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO). A matança supera o fim de semana de janeiro (dias 14 e 15) no qual 26 detentos foram assassinados em confronto dentro do maior presídio do estado, episódio conhecido como "Massacre de Alcaçuz".
Ainda de acordo com o instituto, dos 30 homicídios registrados, 12 ocorreram em Natal. Outros 4 foram registrados em Mossoró, na região Oeste, e 3 em Ceará-Mirim.
A PM também registrou um assassinato em cada uma das seguintes cidades: Parnamirim, Apodi, Baraúna, Caicó, Caraúbas, Extremoz, Japi, Macaíba, Martins e Santa Cruz.
 José Wilson de Souza era servidor da UFRN desde maio de 1978 (Foto: Divulgação/UFRN) José Wilson de Souza era servidor da UFRN desde maio de 1978 (Foto: Divulgação/UFRN)
José Wilson de Souza era servidor da UFRN desde maio de 1978 (Foto: Divulgação/UFRN)
Um dos casos que mais chamou a atenção na capital foi a morte do motorista da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) José Wilson de Souza, de 59 anos. Na madrugada deste domingo (9), ele foi ao bairro de Ponta Negra para buscar a reitora da universidade e levá-la ao aeroporto. Antes, porém, acabou assassinado com quatro tiros.
Há duas versões para a motivação do crime. De acordo com a PM, por causa do carro da UFRN, que é um veículo preto descaracterizado, o motorista teria sido confundido com um policial. Já a Polícia Civil acredita em tentativa de assalto.
Carro da UFRN, que é preto e descaracterizado, por ter sido confundido com um veículo da polícia, segundo a PM (Foto: José Anchieta de Freitas)Carro da UFRN, que é preto e descaracterizado, por ter sido confundido com um veículo da polícia, segundo a PM (Foto: José Anchieta de Freitas)
Carro da UFRN, que é preto e descaracterizado, por ter sido confundido com um veículo da polícia, segundo a PM (Foto: José Anchieta de Freitas)fonte: G1/RN

Homem é morto a tiros na porta de uma residência na cidade de Caraúbas, RN



Com o assassinato de Daniel Cleberton da Silva, de 32 anos, a cidade de Caraúbas registra a 2ª morte de forma violenta no ano de 2017 | Icém Caraúbas
Um homem de 32 anos foi assassinado a tiros na noite deste domingo, dia 09 de abril, em uma residência no Bairro Leandro Bezerra, em Caraúbas (RN). De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima foi atingida com vários tiros de pistola na região da cabeça.

O crime de homicídio aconteceu nas proximidades do CRAS. Após o crime, os suspeitos fugiram e não foram localizados ainda.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta das 20h30, os policiais, Cb. Arruda e Cb. J. Pereira, foram acionados por populares, pois havia um corpo caído na frente de uma residência na Rua José Anderson Gomes. Os militares constataram que a vítima era um ex presidiário identificado como Daniel Cleberton da Silva, de 32 anos, conhecido como “Pinto” e que não morava na casa. No local do crime, a Lei do silêncio impera. Nenhum morador soube informar sobre os suspeitos e como ocorreu o crime.

A Polícia Militar isolou o local do crime e aguarda a chegada da equipe do Instituto Técnico-científico de Perícia (ITEP) que fará a remoção do corpo para sede do órgão em Mossoró. O crime será investigado pelo delegado e bacharel Luiz Antônio, titular da Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas.








FONTE: ICÉMCARAÚBAS RN
Proxima  → Página inicial

AVISOS:

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos alguma matéria? Mande E-mail para: patu24horas@live.com ou envie uma mensagem em nossa página no Facebook.
O PATU 24 HORAS NÃO SE RESPONSABILIZA PELO CONTEÚDO DE SITES EXTERNOS. PROIBIDO A REPRODUÇÃO DO CONTEÚDO SEM CITAR A FONTE.